ACESSIBILIDADE NA FTC

A acessibilidade é um fator de inclusão e de responsabilidade social. A Lei 10.098, de 19 de dezembro de 2000, estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

Desse modo, a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), por ser uma Instituição de Ensino Superior socialmente responsável, vem implementando nas suas instalações melhorias que favorecem a acessibilidade de toda comunidade acadêmica, bem como dos cidadãos que necessitam utilizar os serviços disponibilizados pela Instituição.

OBJETIVO

A FTC pretende, com isso, que o paradigma de qualquer tipo de preconceito, discriminação e/ou algo que equivalha seja minimizado e extinguido na IES e na sociedade como um todo.

PLANEJAMENTO

Corroborando com as demandas legais afeitas a estas questões, a FTC vem trabalhando nas dimensões de Acessibilidade Atitudinal, Arquitetônica e Metodológica.

ACESSIBILIDADE ATITUDINAL

São realizadas campanhas de conscientização para colaboradores em diversos espaços da IES. As mesmas estão aplicadas em cartazes contendo mensagens referentes aos cuidados necessários com os portadores de deficiência física, mensagens nas TVs localizadas em diferentes espaços da Instituição, papeis de parede nos computadores, cartilhas explicativas e seminários de sensibilização.

Ainda nesta dimensão, será criada uma campanha de respeito aos idosos e as gestantes que merecem e precisam, também, de cuidados e atendimentos preferenciais.

ACESSIBILIDADE ARQUITETÔNICA

Nesta questão, a FTC vem implementando em suas unidades ações que visam garantir o acesso de pessoas com deficiência a todos os espaços físicos da Instituição.

Com o intuito de ter mais facilidade de locomoção nas instalações da FTC, os deficientes visuais passam a contar com piso tátil e sinalizações em braile para que os mesmos tenham condições de circular e localizar salas e laboratórios.

ACESSIBILIDADE METODOLÓGICA

A Acessibilidade Metodológica busca garantir a formação e sensibilização dos professores para que os mesmos utilizem metodologias de ensino que garantam o uso de estilos de aprendizagem diferentes, estimulando assim a participação e acesso de todos os estudantes com ou sem deficiência.

Com isso a FTC vem mantendo uma comunidade acadêmica equânime e, como uma natural consequência, formando cidadãos conscientes e socialmente responsáveis.

Acessibilidade no site

Este site foi construído para possibilitar que todos possam ter acesso ao seu conteúdo, independente de ser portador de deficiência ou não. Para isso, disponibilizamos as seguintes funções:

 

1- Tamanho do texto

2- Compatibilidade com browsers

3- Leitores de Tela

1- Tamanho do Texto

Ctrl + + Aumenta o zoom da página;

Ctrl + – Diminui o zoom da página;

Ctrl + 0 Deixa o zoom da pagina padrão.

Alguns browsers possibilitam a alteração do tamanho do texto da seguinte forma:

Internet Explorer: selecione o Menu Opções “Mostrar: Tamanho do Texto”;

Mozilla: selecione o Menu Opções: “Mostrar: Tamanho do Texto”;

Opera: selecione o Menu Opções: “Mostrar Zoom”;

Safari: selecione o Menu Opções: “Apresentação; Aumentar/Reduzir tamanho do texto”.

 

2- Compatibilidade com browsers

Este portal é compatível com todos os navegadores modernos:

Firefox 2+, Internet Explorer 7+, Safari, Konqueror, Opera 10+, Chrome 1+

3- Leitores de Tela

Os leitores de telas são programas que, interagindo com o Sistema Operacional do computador, capturam toda e qualquer informação apresentada na forma de texto e a transforma em uma resposta falada utilizando um sintetizador de voz.

O leitor de telas “varre” os programas em busca de informações que podem ser lidas para o usuário, possibilitando a navegação por menus, janelas e textos presentes em praticamente qualquer aplicativo.

A navegação é feita através de um teclado comum, dispensando o uso do mouse na maior parte do tempo, e o áudio é emitido através da placa de som presente no computador. Nenhuma adaptação especial é necessária para que o programa funcione e possibilite a utilização do computador pelo deficiente visual. Deste modo, o usuário pode ouvir tudo o que está sendo mostrado, conforme navega pelo sistema e/ou utiliza os comandos do programa.

(Fonte: http://www.movimentolivre.org/)

3.1- Segue abaixo três sugestões de leitores de tela, ambos gratuitos e de código aberto:

1ª – NVDA (Non Visual Desktop Access)

Uma característica que garante um grande diferencial ao NVDA é o fato dele não precisar ser instalado no sistema, podendo ser levado em um pendrive, cd ou qualquer outro disco removível.

 

Ficha Técnica:

Desenvolvido para rodar no sistema operacional Windows

Versão: 2011.1.1 (Gratuito e de Código Aberto);

Desenvolvedor: NV Access;

Site Oficial: www.nvda-project.org

Download: Clique aqui para baixar o NVDA 2011.1.1 ou Clique aqui para baixar o NVDA 2011.1.1 (versão portátil).

Manual: http://www.acessibilidadelegal.com/33-manual-nvda.php

 

2 ª – ORCA

O Orca além de leitor de telas é também um ampliador de telas, possibilitando ao deficiente visual a utilização de apenas um programa para tornar o sistema acessível.

Falando em sistema acessível, o Orca já vem instalado como recurso de acessibilidade padrão em algumas distribuições Linux, permitindo assim que o deficiente visual instale o sistema sem o auxílio de um vidente. Como o Linux possui muitas distribuições, a sugestão aos interessados é baixar a versão Linux Acessível.orgou o Projeto PenDrive F123.org.

 

Ficha Técnica:

Desenvolvido para rodar no sistema operacional Linux Versão: 3.0 (Gratuito e de Código Aberto);

Desenvolvedor: O desenvolvimento do Orca tem sido guiado pelo Accessibility Program Office of Sun Microsystems, Inc. com contribuições de muitos membros da comunidade.

Site Oficial: http://live.gnome.org/Orca

Download: Clique aqui para baixar o Linux Acessível 2011.04ou Clique aqui para baixar o Projeto PenDrive F123.org.

Manual: http://www.acessibilidadelegal.com/33-manual-orca.php#ccor7

 

3ª – O VLibras é uma suíte de ferramentas utilizadas na tradução automática do Português para a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. É possível utilizar essas ferramentas tanto no computador Desktop quanto em smartphones e tablets, tornando as plataformas Web acessíveis para pessoas surdas. A VLibras é resultado de uma parceria entre o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e é disponibilizado gratuitamente para download no site oficial: http://www.vlibras.gov.br/

LINKS DE ACESSIBILIDADE

TÍTULO LINK
1.            ACESSIBILIDADE.NET http://www.acessibilidade.net
2.            CLICK TECNOLOGIA ASSISTIVA http://www.clik.com.br/
3.            ACESSIBILIDADE GOURMET http://acessibilidadegourmet.blogspot.com.br/
4.            ACESSIBILIDADE BRASIL http://www.acessobrasil.org.br/
5.            ACESSIBLIDADE EM AMBIENTE CULTURAL https://acessibilidadecultural.wordpress.com/
6.            GUIA TURISMO ACESSIVEL http://www.turismoacessivel.gov.br/ta/
7.            TURISMO ADAPTADO https://turismoadaptado.com.br/blog/?lang=en
8.            DESCULPE NÃO OUVI http://desculpenaoouvi.com.br/
9.            PORTAL DO SURDO http://www.portaldosurdo.com/
10.         ESCOLA DE CÃES GUIAS http://www.caoguia.org.br/
11.         INCLUSÃO UTILIZANDO AS TICS http://inclusodepneesnaescola.blogspot.com.br/
12.         TEATRO ACESSÍVEL http://www.escoladegente.org.br/teatroacessivel/
13.         LABORÁTORIO DE INCLUSÃO https://laboratoriodeinclusao.wordpress.com/

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário