O estudante Luiz Argolo, do 9° semestre de Psicologia da FTC Conquista, está de malas prontas para Assunção, capital do Paraguai. O aluno do curso que este ano obteve a melhor avaliação do Ministério da Educação, entre os cursos da região Sudoeste da Bahia, teve um trabalho científico aprovado no I Seminário Internacional União Latino-Americana de Entidades de Psicologia (Ulapsi), que ocorre de 8 a 9 de junho, na ‘Universidad Católica Ntra. Sra. de La Asunción’.

O evento reúne anualmente os principais pesquisadores da Psicologia de 16 países e este ano terá como tema “Desafios da Psicologia da América Latina”. Luiz Argolo apresentará um trabalho no qual busca pensar a formação política das profissionais de Psicologia e como elas estão se inserindo no cenário das políticas públicas.

A Psicologia – destaca o estudante – tem se tornado um espaço cada vez mais abrangente e exigente e requer dos seus profissionais uma prática ativa e maior comprometimento político enquanto agente.

“Diante disso, fez-se necessário compreender o trajeto histórico da/o profissional de Psicologia, refletindo sobre o papel das IES (Instituições de Ensino Superior) nesse processo, e de que forma elas contribuem no empoderamento dessas/es profissionais em sua atuação no mercado de trabalho”, disse.

Seguindo uma corrente de pensadores e professores da FTC, Argolo aposta nas políticas públicas como estratégia para a consolidação de uma ciência e profissão que tem seu compromisso ético-político voltado para a garantia de direitos, “o que nos convoca a caminhar nas veredas do compromisso com a promoção de vidas dignas e libertárias, e a construção de uma sociedade verdadeiramente democrática e de direitos”.