PROCESSO SELETIVO

Quem pensa que ser médico veterinário é só cuidar de cães e gatos, está na hora de ampliar seus conceitos. O curso de Medicina Veterinária é bastante amplo e pode ser classificado tanto como um curso de saúde quanto de ciências agrárias. No total, são mais de 80 áreas de atuação autorizadas pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Em Itabuna, a demanda pelo profissional é crescente devido à expansão do mercado e ao aumento da necessidade de contratações. O profissional pode atuar no setor comercial, frigoríficos e inspeções de alimentos, vigilância sanitária, clínicas de animais de pequeno, grande porte e silvestres, na área de reprodução animal, perito técnico, pesquisador, entre outros.

O médico veterinário pode atuar em mais de 80 áreas autorizadas pelo Conselho Federal de Medicina Federal. A parte clínica e cirúrgica são as mais comuns, principalmente nas grandes cidades. Mas, o profissional também pode trabalhar na produção ou inspeção de alimentos em frigoríficos, indústrias do ramo e mercados.

Tudo o que trata de alimentos de origem animal, o médico veterinário está presente. Até mesmo dentro dos grandes mercados, que tem venda de produtos de origem animal, tem que ter um veterinário para inspecionar esses produtos.

Tendência

Existem áreas muito específicas em que faltam profissionais, o que indica possibilidades de rentabilidade acima da média de mercado, como é o caso das especializações, destacando os anestesistas e neurologistas, assim como o clínico de silvestres. Outra área que tem se tornado comum é a de pesquisa com células-tronco, que pode explorar a reabilitação e reprodução de animais.

A atuação na saúde pública também ganha destaque, como no Núcleo de Assistência da Saúde da Família (NASF), porque é o profissional mais habilitado para trabalhar com zoonoses, doenças transmitidas do animal para o homem e vice e versa.

Na FTC, o curso de Medicina Veterinária possui uma matriz curricular focada em metodologias ativas, que permite ao aluno participar ativamente do processo de aprendizagem. O aluno é impactado com atividades práticas já no primeiro semestre, quando começa a mexer com a anatomia veterinária, como ossos e músculos, por exemplo.

O curso também busca explorar o lado empreendedor do estudante, afinal, muitos graduados acabam abrindo o próprio negócio ou atuam como consultores. Para explorar essas vertentes, o curso promove eventos de responsabilidade social através de feiras de adoção.

Também são realizadas visitas em escolas da rede municipal e estadual com orientações sobre cuidados com os animais e também sobre zoonoses, palestras e mesas-redondas em comemoração ao Dia do Veterinário, além da participação de alunos em eventos de grande porte como a ExpoIta – Feira de exposições agropecuárias, realizada em Itabuna.

O aluno tem acesso a laboratórios de saúde como os de bioquímica, parasitologia, patologia, biologia e citologia. A anatomia do animal é estudada em laboratório específico, onde o aluno encontra cadáveres e ossos montados para promover um conhecimento real. Parcerias com fazendas e indústrias também permitem atividades práticas enriquecedoras.

Profª. Laise Vasconcelos

  • Doutoranda em Ciência animal pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
  • Mestre em Ciência Animal pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
  • Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)

FORMAS DE INGRESSO

Vestibular Tradicional

Vestibular Agendado

Nota do ENEM

Transferência Externa

DESTAQUES DA UNIDADE

salvador_destaques

Localização

O Campus da unidade da FTC de Itabuna é localizado na área central da cidade, possui fácil acesso e tem proximidade do comércio.

Biblioteca

A biblioteca Jorge Amado é frequentada por pesquisadores, estudantes de nível superior e ensino médio de colégios e cursinhos pré-vestibulares.

Laboratórios

A FTC Itabuna possui laboratórios modernos e bem estruturados que otimizam o ensino, incrementando todo o conhecimento teórico em sala de aula.

DESTAQUES ACADÊMICOS

Você está aqui: